67 98416 2030 - 3383 0002 Rua Rui Barbosa, 3379 - sala 06
Centro - Campo Grande - MS

Relacionamento interpessoal

Por Francisco Teixeira - Psicoterapeuta e Educador Profissional
30/10/2018 · Autoajuda

Relações humanas são todos os contatos entre os seres humanos, que acontecem nas variadas situações. Sem dúvida, concluímos e reconhecemos que o ser humano possui personalidade própria, e que merece o nosso respeito e compreensão sadia de que toda pessoa traz consigo, necessidades materiais, sociais, psicológicas, as quais o indivíduo procura satisfazer. A prática das relações humanas significa não só estabelecer ou manter contatos, mas estarmos preparados para compreender o próximo, respeitando sua personalidade, cuja estrutura é diferente da nossa. 

Quando não há essa atitude de compreensão, o resultado é um clima de ressentimento, resistência, incompreensão, falta de colaboração e iniciativa.  

É importante o fator humano na produtividade. E quando se fala em produtividade não se deve pensar só na empresa. Produzimos relações, afeto, amizade, bom caráter, compromisso e outros. A falta de boas relações produz: dores musculares, cansaço, ansiedade, angústia, irritação, depressão, insônia e distúrbios gástricos. Boas relações entre grupos não se improvisam, mas dependem de inúmeros fatores.  

Se formos para o âmbito empresarial, temos que pensar na empresa ou organização como uma coletividade, como um grupo maior que também tem as suas relações com outros grupos e outras coletividades. Estas relações podem tomar o caráter de colaboração e respeito mútuo, mas existem também organizações em conflito, por concorrência, competição ou má interpretação das idéias, principalmente por desrespeito ao indivíduo.  

Algumas dicas para você manter bons relacionamentos 
- Reconheça e admita seus erros 

- Elogie quando o outro executa um bom trabalho 
- Peça a opinião das pessoas, quando estão envolvidas em atividades com você 
- Use palavras mágicas como "faça o favor", "muito obrigado" e outras.  

Siga também algumas regras de  "boas maneiras" como: 
Boa educação, respeito pelos outros, cortesia, atenção, senso de limite próprio e dos outros, moderação nos comentários, boa aparência pessoal, boas relações no trabalho, temperamento constante na convivência, boa memória para lembrar os nomes dos outros.  

Nas práticas diárias, observe alguns comportamentos como: 

Aprenda a deixar contentes os seus colegas, familiares e clientes 
Sempre que for efetuar uma tarefa, serviço ou seja o que for, que afete outras pessoas, pense duas vezes. Você não tem o direito de prejudicá-los ou magoá-los com sua maneira de ser. Certifique-se de que tudo esteja pronto para a pessoa seguinte.

- Ao sair, deixe tudo limpo e em ordem. 
- Devolva as coisas, no mínimo nas mesmas condições em que as encontrou. 
- Certifique-se de reparar ou substituir qualquer coisa que você danificou. 
- Comunique sempre à pessoa seguinte os defeitos, deficiências ou outras circunstâncias especiais que tenha percebido. 
- Reabasteça qualquer item que usar até o fim: sabonete, papel higiênico, alimentos e bebidas. 
- Coloque as coisas de volta aos seus lugares, para que os outros possam achá-las. 
- Informe aqueles que irão assumir em seu lugar ou completar seu trabalho, a respeito da situação exatamente como ela é.  

Evite erros  
Quanto mais cedo você descobrir seus erros, mais fácil será corrigi-los e limitar os danos. Você ainda deve distinguir os erros aceitáveis dos inaceitáveis. Os erros aceitáveis são criativos, eles são um sinal de desenvolvimento, indicam um teste de novos conhecimentos e experimentação. Os erros inaceitáveis são cometidos “por descuido”. Eles são desnecessários, dispendiosos e prejudiciais.  

Verifique seu trabalho 
- Sempre verifique seu trabalho, antes de passar adiante. 
- Certifique-se de que as pessoas confiam na qualidade de seu trabalho. 
- Seja uma pessoa do tipo Faz / Verifica.  

Seja comprometido 
Seu senso de comprometimento, ou a falta dele, determina, mais que qualquer outra coisa, a maneira pela qual os outros percebem sua qualidade pessoal.

- Cumpra suas promessas. Uma vez dada a palavra, mantenha-a. 
- Não se limite a estar neste mundo, viva nele. Quando seu corpo está em algum lugar sua mente deve estar lá também. 
- Divida responsabilidade pelos fracassos e pelas vitórias. 
- Tome a iniciativa, traduza as idéias em ação. Faça sugestões e melhoramentos. 
- Seja um bom convidado. Contribua. Ajude a tornar a festa boa, ou então fique em casa. 
- Invista seu tempo em outras pessoas. Tente se colocar na situação delas.
- Ajude os outros, nunca diga: “ isto não é minha responsabilidade ”. 
 

Controle seu estresse 
Descobrir o que faz você ficar estressado é uma das maneiras de colaborar com sua qualidade pessoal de relacionamento. Faça um plano para remover, ou pelo menos reduzir os efeitos negativos do estresse. Para ajudar a controlar o estresse:
- Adquira bons hábitos para dormir.
- Faça pequenas paradas entre as atividades.
- Faça exercícios regularmente.
- Alimente-se adequadamente, evite o excesso de peso.
- Organize seu dia, para poder manter o controle.